Pronatec 2018: Tudo sobre esse programa

Para investir na capacitação de jovens e facilitar sua entrada no mercado de trabalho, o governo federal desenvolveu o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), permitindo que mais estudantes tenham acesso à educação técnica graças ao aumento no número de vagas nesses cursos.

pronatec 2018

Além de melhorar a formação dos estudantes brasileiros, o programa realiza reparos nas instituições onde as aulas acontecem e é um importante gerador de empregos com mão-de-obra qualificada, já que boa parte dos estudantes que se formam nos cursos acaba encontrando emprego na área.

Entre as instituições parceiras do Pronatec estão instituições conhecidas pela excelência no ensino técnico, como o Senai e o Sesi, além de universidades privadas.

Como funciona

Criado em 2011, o Pronatec funciona através de parcerias com instituições de ensino profissionalizantes, públicas ou privadas. Esses estabelecimentos reservam vagas gratuitas que, então, são disponibilizadas para os alunos do programa.

Além do curso profissionalizante, sem qualquer custo, os alunos participantes do programa recebem ainda material didático, lanche durante o período em que estiverem em aula e vale transporte.

Para atender à demanda de estudantes interessados em uma educação, o Pronatec oferece duas modalidades de curso: o ensino técnico e os cursos de formação inicial e continuada. Conheça abaixo um pouco de cada deles.

Curso técnico

Nessa modalidade, que tem carga horária entre 800 a 1200 horas, o aluno adquire conhecimentos práticos e teóricos relacionados à área em que está estudando ou, ainda, em uma esfera mais ampla.

Os cursos ofertados são muito variados, e abrangem treze vertentes tecnológicas, indo das áreas de ambiente e saúde até Hospitalidade e Lazer. Além disso, o aluno que desejar pode fazer, ainda, cursos técnicos nas áreas de biotecnologia, enfermagem, soldagem ou farmácia.
As vagas para os selecionados no Pronatec são disponibilizadas duas vezes ao ano, sempre através do Sisutec (Sistema de Seleção de Profissional e Tecnologia), e os alunos são escolhidos com base em sua nota no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC)

Nos módulos de Formação Inicial e Continuada, o aluno faz cursos de curta duração, que oferecem a ele todas as capacidades necessárias para que atue em uma determinada profissão.

Muito focados na prática, os cursos presentes nessa modalidade costumam ter duração de 160 horas, e oferecem as mais diversas alternativas. É possível, por exemplo, realizar um curso para ser açougueiro, adestrador de cães ou Garçon. Atualmente, há mais de 600 cursos na lista do Pronatec.

Quem pode fazer o Pronatec?

O Pronatec é voltado para alunos de baixa renda, que estejam cursando o ensino médio, entre o segundo ou terceiro ano. É preciso, ainda, estar matriculado em uma escola da rede pública de ensino e possuir Cadastro Único.
Além desse perfil, o Pronatec também reserva vagas a aquelas pessoas que estejam pela terceira vez na fila para receber o seguro-desemprego, em um prazo de dez anos.
Como se inscrever no Pronatec?
Ao contrário de outros programas de ensino, o Pronatec não tem um período oficial de abertura e fechamento das inscrições, já que as vagas disponíveis são determinadas pelas próprias instituições.
Desta forma, as vagas estão sempre abertas. Para se inscrever, é preciso acessar o site do programa e fazer um cadastro online. Na página é possível também fazer uma busca e verificar se sua opção de curso está com vagas abertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *