Conheça os Prós e contras do GH: Usar ou não usar?

GH ou HGH é a sigla referente ao hormônio de crescimento humano. Quando se fala em crescimento, não é relativo somente à altura e medidas da pessoa, como também no desenvolvimento de todas as nossas células, de ossos, órgãos, músculos e tudo mais.

Falando em músculos, de uns tempos para cá, tornou-se comuns tratamentos injetáveis do hormônio GH, com o objetivo de aumento de massa magra e mais disposição, facilitando assim a hipertrofia muscular.

Mas como todo uso de hormônio tem seus prós e contras, será que vale a pena ou não usar GH? Tire suas conclusões a seguir!

Prós e contras do GH

Prós de usar GH

  1. De fato, é um hormônio que ajuda no aumento da força e do tamanho dos músculos. Isso porque estimula a produção do colágeno dentro do tecido muscular, criando fibras mais fortes. Além disso, aumenta a produção do ácido ribonucleico, responsável por maior parte da síntese proteica muscular. E com mais músculos, a pessoa tende a melhor seu desempenho na musculação, acelerando ainda mais os ganhos para a hipertrofia.
  2. Melhora as fontes de energia naturais do corpo, ou seja, mais disposição diária. Com o GH, as reservas de glicose são poupadas e isso estimula o corpo a produzir mais glicogênio, preparando os músculos para o próximo treino.
  3. Acelera a queima de gordura e auxilia na definição muscular, pois o GH aumenta a liberação dos ácidos graxos que são utilizados para oferecer maior energia para o crescimento. Esse trabalho do organismo estimula maior metabolização das gorduras, utilizando como fonte de energia na reconstrução muscular. E com menos gordura, os músculos ficam mais definidos e evidentes.

Contras de usar GH

  1. Estudos mostram que adultos deficientes naturalmente de GH que injetam o hormônio sintético, obtêm um aumento de peso corporal que não é relativo ao ganho de massa muscular, e sim pelo alto índice de retenção líquida devido ao efeito antidiurético causado. Então, se a pessoa não está com os seus hormônios normais, ela pode estar retendo líquido e inchando, ao invés de criando músculos saudáveis.
  2. Coloca a saúde do indivíduo em risco, trazendo aumento de chances de doenças cardíacas e diabetes. Também pode causar a Síndrome do Pseudotumor Cerebral, uma condição que provoca dores de cabeça, alterações na visão, agitação e alteração no jeito de andar.
  3. O uso indiscriminado do hormônio traz muitos efeitos colaterais não apenas no organismo, como também no físico do indivíduo, afinal estamos lidando com um hormônio de crescimento. Dentre esses efeitos existem alargamento facial (nariz, orelhas e língua), crescimento desproporcional das extremidades (mãos, pés, queixo), engrossamento e aumento de aspereza da pele (a chamada “epiderme elefante”), além problemas relativos a impotência sexual.

Como deu para perceber, o GH oferece benefícios ao indivíduo, mas nas doses incorretas pode ser um problema grave na saúde e bem-estar.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre este hormônio do crescimento, você deve consultar um médico endocrinologista.

Em muitos casos, a hipertrofia pode ser alcançada de outras formas, não necessariamente com o uso injetável de hormônios que colocam a vida em risco. Cuide-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *